hidratações para clareamento de pele.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

15 de Abril de 1912


Nas águas tranquilas e gélidas do Atlântico Norte, descança em silêncio.
Sob o manto escuro coberto pelos mesmos brilhantes infinitos, como a primeira vez.
A primeira vez desesperadora, ferida e esmagadora.
Um orgulho humano devastado pelas forças do destino.
Velhos traços e fiapos de lembranças, memórias de uma noite de gritos.
Mas no fundo daquelas águas escuras e calmas, descança.
Jáz no fundo das águas, o mistério, a aventura, o medo, os sonhos, as almas, as dores, o esquecimento.
A maior prova das aventuras humanas, as estrelas na imensidão do céu as maiores testemunhas.
 ..de um dia cercado de infinita dor e mistérios.

Bruna Morais Moura.


Nenhum comentário:

Postar um comentário